E o amor retornou...

 




o amor voltou para o meu peito.  

meu coração encontra-se restaurado. 

não por um novo amor alheio, 

mas pelo meu amor-próprio. 

esta é a primeira vez em todos estes anos, que eu consigo me amar, 

me colocar em primeiro lugar, 

saber o que não quero - já que aquilo que eu quero, está em constante transformação. 

eu amo ser minha, 

tomar minhas próprias decisões, 

lidar com as consequências... 

eu cresci em poucos meses, mais do que em uma vida toda. 

esse tempo em que nosso amor se transformou,

só fez mais amor em mim, mais amar por mim. 

pena que esse é um dos sentimentos que você nunca vai saber.

You May Also Like

0 Comments