A pressão da produtividade




A verdade é uma só: eu nunca soube lidar com essa história de produtividade e de trabalhar até chorar, os dedos estarem esfolados de tanto digitar e levar tanto trabalho para casa, em meio que me perder deles.

Me aponte uma direção de tarefas principais do dia, as farei com maestria e, no fim do dia, depois do expediente, vou querer só relaxar, para mais um dia. E digo mais: trabalhadores que vivem assim, rendem muito mais no trabalho.

Anotações, celular e tablet para se manter atualizado, café para aguentar as infinitas horas acordada em casa, cálculos, contas pessoais, gastos financeiros da empresa e da família... Produtividade vai além da empresa, vai para casa com você, vira uma competição entre os colegas de trabalho e dentro de casa e só rendem pessoas insatisfeitas.

SEMPRE fui muito competitiva e sempre levei muito a sério essa história de competição entre colegas, tanto de escola, quanto de trabalho. Foi nessa loucura que tive o maior break down da minha  vida. Quase acabei com a minha mente mente por causa de produtividade em excesso.

Ainda me recuperando dessa história, gostaria de dizer que um pouco de competição vale a pena sim, mas começar a se comperar com os outros, de forma desenfreada, cara, isso é furada. Semanalmente venho aprendendo a dar um tempo para mim e desacelerar, tirar os números da minha frente, colocar o que o outro faz pra escanteio.

Veja ao seu redor, não ao redor dos outros.
Como você anda?

Postar um comentário

Instagram

Made with by OddThemes | Distributed by Gooyaabi Templates